Previsualizar a impressão Fechar

Mostrar 10 resultados

Descrição arquivística
Educação Com objeto digital
Opções de pesquisa avançada
Previsualizar a impressão Ver:

EDUCADORES_m049p01 - Artigo - A Educação que nos convém, Anísio Teixeira, 1954

Texto trata da evolução através da história e as consequências na educação. Comparação entre países desenvolvidos, subdesenvolvidos, civilizados e a simplicidade na educação e seus objetivos.

Artigo publicado na Revista Brasileira de Educação n° 54, em 1954.

Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos - INEP/MEC

ENCONTRO_m261p02_BoletimInformativo106IIConferenciaNacionalEducacao_1966

Boletim Informativo número 106, de maio de 1966 produzido pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE), com os resultados da II Conferência Nacional de Educação ocorrida na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FURGS) de 26 a 30 de abril de 1966. Traz ainda estudos sobre ingresso de alunos em cursos superiores no Brasil em 1964 e dados sobre a educação brasileira à época.

Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais (CBPE)

EDUCADORES_m046p01 - Artigo - Educação e Desenvolvimento, Anísio Teixeira, 1961

Texto extraído da Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos de 1961. O autor aborda o quanto a política e o desenvolvimento econômico interferem diretamente na evolução da educação e o quanto a industrialização ajuda ou atrapalha o ensino educacional através de diferentes cenários políticos e suas relações com a educação. O texto resume uma pesquisa realizada por economistas americanos, em que são interpretadas as diferentes estratégias que vêm conduzindo o processo de industrialização, nos diferentes países, segundo o tipo de elite que passa a comandar a grande transformação. Distingue 5 elites: a dinástica, a da classe média, a dos intelectuais revolucionários, a colonialista e a dos líderes nacionalistas. Cada elite estabelece a educação que melhor se ajusta à sua estratégia para a industrialização. Julga que o nosso desenvolvimento se acha sob a influência de três grupos: o aristocrático (elite dinástica), o da classe média e o nacionalista. Desses grupos, é o da classe média o que mais acredita na instrução como instrumento fundamental de justiça social e de mobilidade vertical.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

CRPE-BA_m016p01 - Publicação “Uma Experiência de Educação Integral” por Terezinha Eboli, 1969

Livro de autoria de Terezinha Eboli, que relata a história do Centro Educacional Carneiro Ribeiro desde seu planejamento à construção e inauguração (em 1950), além de sua representação como elogiado modelo para educação primária em âmbito brasileiro e mundial nos seus 19 anos de existência – à época em que o livro foi editado.

Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos - INEP/MEC

CBPE_m261p01 - Relatório do INEP para UNESCO, 1970

Relatório do INEP/MEC para a UNESCO elaborado pela técnica em educação do instituto, Regina Helena, detalhando os locais no Brasil que realizam pesquisa em educação. Inclui uma listagem de revistas pedagógicas e uma relação de instituições que realizam pesquisas no campo educacional.

Centro Brasileiro de Pesquisas Educacionais - CBPE

EDUCADORES_m029p01 - Artigo - Padrões Brasileiros de Educação Escolar e Cultura, Anisio Teixeira, 1954

Análise dos padrões escolares brasileiros, estudo da inclusão da cultura na educação, crítica relacionada a como a educação estava no período, proposta de melhorias com base nas mudanças sociais e cultura.

Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos - INEP/MEC

ENCONTRO_m261p01_FotoERecortesJornaisIIConferenciaNacionalEducacaoCNE_1966

Foto de participantes dos debates da II Conferência Nacional de Educação, ocorrida de 26 de abril DE 1966 a 30 de abril de 1966 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FURGS) e recorte de jornais que circularam à época sobre o evento.

Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos - INEP/MEC

EDUCADORES_m048p01 -Artigo - Bases para Uma Programação de Educação Primária no Brasil, Anísio Teixeira, 1956

Texto transcrito de palestra ministrada por Anísio Teixeira no curso de programação do desenvolvimento econômico brasileiro - CEPAL - Rio de Janeiro.
Estudo base para implementação de um sistema de educação, avaliação da quantidade de crianças educadas no ensino primário, analisando diversos anos e diversas faixas etárias.

Texto posteriormente publicado na Revista Brasileira de Educação n° 65, em 1957.

Comissão Econômica para a América Latina - CEPAL